O género de aventuras point & click foi popularizado por estúdios como a LucasArts, Sierra e Revolution, com títulos como The Secret of Monkey Island, King’s Quest e Broken Sword a destacarem-se pela qualidade narrativa, animações e humor. São essas as referências e o espírito que o estúdio independente português Whalestork quer recuperar e introduzir no seu primeiro jogo, The Night is Grey.

Os elementos de mistério, resolução de puzzles, personagens carismáticas e uma história envolvente são promessas feitas para o jogo point & click (expressão utilizada para as aventuras controladas totalmente através do cursor do rato). O jogo pretende ser recheado com elementos cinematográficos baseados em fundos totalmente animados e personagens desenhadas à mão. A ação será ainda pautada por orquestrações gravadas em estúdio, refere a produtora em comunicado.

O estúdio prefere não desvendar muito sobre a história para já, para manter o mistério, referindo que há uma dupla de protagonistas, Graham e Hannah. O objetivo da aventura é descobrir o que se passa numa floresta repleta de estranhos lobos. No entanto, nem tudo é, o que parece ser…

A Whalestork listou algumas características do jogo, salientando as animações de personagens realizadas frame por frame, de 12 frames por segundo. A aventura promete cerca de 50 localizações com cenários de fundo panorâmicos e totalmente animados. Toda a banda sonora será original e totalmente orquestrada, com instrumentos reais. E pretende ter um grande foco na história, baseado no estilo clássico, "com diálogos bem escritos e algumas reviravoltas inesperadas", é salientado.

The Night is Grey está previsto chegar ao PC e Nintendo Switch durante 2021. Poderá ver um pequeno teasing no vídeo e galeria de imagens.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.