O computador de bolso protagonizou uma pequena revolução a nível tecnológica já que permite, sem grandes custos, o desenvolvimento de projetos e a aprendizagem de linguagens de programação. A ideia edificada por Eben Upton está a democratizar a tecnologia. De tal forma que já é possível fazer tablets em casa.

Michael Castor é o homem que está por trás da criação do PiPad, um tablet alimentado por um Raspberry Pi e construído em madeira. Michael quis diferenciar-se de tudo o que tem sido construído até agora neste segmento e propôs-se a criar um tablet portátil, usável, que não fosse assustador e que tivesse Linux.

O resultado é este:

[caption]Nome imagem[/caption]

Na página pessoal, Michael Castor explica como é que construiu um tablet com um Raspberry Pi. Um dos primeiros desafios que enfrentou foi encontrar um ecrã que tivesse a mesma voltagem que o micro-computador.

Depois foi montar o resto das peças dentro de uma estrutura que foi concebida em contraplacado. Apesar da espessura considerável do equipamento, o criador do PiPad tem utilizado o equipamento até em viagens de avião.

Michael Castor diz que tinha contactado várias vezes o inventor do Raspberry Pi, mas que só depois de ter o tablet pronto é que conseguiu falar com Ebon Upton. Acabaria por receber um autógrafo na parte de trás do dispositivo.

Mesmo reconhecendo que existem algumas falhas no equipamento, o "inventor" diz que faria sobretudo alterações ao nível do software e que talvez incluísse uma câmara, um sensor de infravermelhos e uma bateria que permitisse carregar outros equipamentos.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.