Os portugueses estão mais satisfeitos com os serviços de telecomunicações, revela um estudo divulgado hoje pela Apritel, que mostra que 87 por cento dos consumidores se consideram globalmente satisfeitos com os seus serviços de comunicações.

O número revela um crescimento de dois pontos percentuais face à média registada em 2007, quando foi levada a cabo a primeira análise encomendada à Millward Brown, que oferece comparação com os quatro países europeus de referência: Espanha, Reino Unido, Alemanha e Holanda.

Outra das tendências que se mantém é o melhor desempenho dos serviços móveis, com os quais 93 por cento dos portugueses se dizem satisfeitos, ficando o país apenas atrás da Holanda (96%). Em Portugal, 61 por cento dos entrevistados atribuem mesmo classificações de 7 (satisfeito) ou 8 (muito satisfeito) numa escala de 1 a 8.

Também entre os restantes serviços o número de entrevistados a dar nota positiva (acima de 5) subiu, tendo sido observado o maior crescimento entre as ofertas de telefone fixo e televisão por subscrição.

A Internet móvel, pela primeira vez incluída no estudo, é o produto pior classificado, mas mesmo assim convence 80 por cento dos portugueses. A TV por subscrição agrada a 87 por cento, o telefone fixo a 86 por cento, bem como a Internet fixa, e a Internet móvel chega aos 80 por cento.

Foi ainda observado que a classificação melhora quando os produtos são oferecidos em pacotes multi-play, sobretudo no que concerne à Internet móvel, mas também na televisão e telefone fixo.

Também os clientes empresariais se mostram contentes com os serviços de telecomunicações contratados, com 83 a 89 por cento dos inquiridos a apresentarem níveis de satisfação positivos, atesta o comunicado à imprensa, segundo o qual foram entrevistadas 2.500 utilizadores, entre consumidores e empresas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.