A Razor reforçou a sua linha de scooters elétricas com uma versão melhorada da EcoSmart Metro. A nova EcoSmart Cargo, tal como a antecessora, também permite o transporte de um cesto de carga, atrás do passageiro, mas o mesmo espaço pode ser agora usado para transportar um segundo passageiro ou guardar alguns bens.

A base de apoio para os pés tem uma cobertura de bambu e suporta um motor de 1000W e uma bateria de 46,8 volts. A potência do motor é transmitida à roda traseira, que está equipada com um travão de disco, controlado a partir do guiador, tal como acontece numa bicicleta.

O modelo está ainda equipado com um farol LED na frente, pneus de 16 polegadas, luz traseira e um painel de instrumentos, também com iluminação LED, onde é possível controlar a velocidade de navegação, e definir a velocidade máxima de circulação, e a duração da bateria.

Clique nas imagens para mais detalhes

A EcoSmart Cargo pode atingir uma velocidade de 32 km/ h e tem autonomia para viajar 26 quilómetros ou 50 minutos, se for numa única viagem. Suporta uma carga máxima de 130 quilos.

A nova scooter elétrica já foi posta à venda, por um preço de 1.099,99 dólares, mas entretanto esgotou. Quem conseguiu encomendar o modelo, direcionado a utilizadores com mais de 18 anos, deve receber a EcoSmart Cargo em meados de setembro.

Montra TeK: 6 propostas de trotinetes e bicicletas elétricas que o vão ajudar a navegar pela cidade
Montra TeK: 6 propostas de trotinetes e bicicletas elétricas que o vão ajudar a navegar pela cidade
Ver artigo

A Razor também já tinha à venda a EcoSmart Metro, para um passageiro e com cesto de carga, equipada com um motor de 350W, bateria de 36V, velocidade máxima de 25 km/h e autonomia para 19 km, ou 60 minutos. Está à venda por 699 dólares este modelo, que não aparece listado nos sites das lojas parceiras da marca em Portugal.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.