Alguns dos computadores vitais para a manutenção da Estação Espacial Internacional estão a completar 20 anos, sensivelmente a idade da própria estação. Ao longo dos anos, a ISS cresceu e as agências espaciais envolvidas esperam manter a sua vida até pelo menos 2030.

Ao longo dos anos, a manutenção dos computadores, incluindo a substituição de componentes nunca foi fácil. O sistema inclui três unidades a trabalhar em paralelo com dois computadores ativos e um em standby para assumir um que eventualmente venha a avariar. E há ainda um quarto computador de reserva, “just in case”. Mas conforme explica no seu blog, depois de anos em operações, os engenheiros notaram que a maioria das falhas no terreno e nos computadores em órbita ocorreram em módulos de memória numa das placas de circuitos impressos. Cada vez que um computador era removido, devolvido à Terra para reparações e depois devolvido, demorava bastante tempo e tinha impacto na logística das operações.

Os engenheiros chegaram à conclusão que era tempo de introduzir uma nova placa de circuitos impressos, com a mesma forma e funcionalidades que as antigas, mas construída com componentes modernos. Além disso, invés dos computadores serem enviados para baixo, as reparações e substituições de componentes passam a ser feitas pelos próprios astronautas.

É explicado que os próprios tiveram de receber formação e treino, semelhante a andar no espaço, para que pudessem proceder às operações com sucesso e sem riscos. No fundo, é como se fosse um “transplante de coração espacial”, refere a agência internacional. Antes de proceder às operações reais, os astronautas mantiveram um computador avariado para testar a substituição.

Apesar da “operação” bem-sucedida, realizada em janeiro de 2019, este ficou guardado à espera de uma nova avaria para o experimentar. E foi isso que aconteceu em novembro: um dos computadores antigos avariou e foi substituído pela unidade reparada no espaço. E confirma-se o sucesso de toda a operação. E aquilo que demorava seis meses a reparar, entre o envio e receção da Estação Espacial para a base terrestre, foi encurtado em poucos dias. E esta operação deu experiência, mas também motivação para proceder a mais reparações feitas em órbita. Veja na galeria as fotos da reparação dos computadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.