Em novembro a Rocket Factory Augsburg (RFA) foi uma das três primeiras empresas a assinar contrato no âmbito do Boost!, o Programa de Apoio aos Serviços de Transporte Comercial Espacial promovido pela Agência Espacial Europeia. Agora o acordo foi alargado e prevê a parceria da subsidiária em Portugal com o centro português de engenharia e desenvolvimento de produtos CEiiA.

Contando com o apoio da Portugal Space, a parceria estabelecida entre a startup alemã e o CEiiA abrange a análise de engenharia, fabrico, bem como o ensaio do demonstrador de estágio orbital do sistema de lançamento - vulgo foguetão - , com vista à aprovação final para a sua industrialização, num processo que será conduzido a partir de Portugal.

"O estágio orbital aqui desenvolvido permitir-nos-á proporcionar uma flexibilidade inigualável no que diz respeito às capacidades da missão”, refere Stefan Brieschenk, chefe de operações da RFA, em comunicado.

Na opinião de Ricardo Conde, presidente da Portugal Space, o esforço conjunto da subsidiária portuguesa da RFA e do CEiiA para desenvolverem componentes estruturais de uma nova geração de microlançadores “marca um próximo passo importante no esforço de fazer o nosso país subir na cadeia de valor acrescentado no sector espacial”.

A parceria também vai contribuir para a democratização do acesso e utilização do Espaço em benefício da sociedade e da economia, “um dos principais objetivos defendidos pela Portugal Space”, acrescenta o responsável. “Todas estas atividades contribuem para a criação de empregos altamente qualificados num sector muito inovador, ajudando a criar massa crítica, que será fundamental para o plano de recuperação económica do país".

Tiago Rebelo, diretor de tecnologia do CEiiA, considera que a parceria para o desenvolvimento de um estágio orbital “para o microlançador mais inovador da Europa” é não só uma excelente oportunidade para Portugal estar na vanguarda do desenvolvimento de sistemas espaciais complexos, mas também um grande desafio para a equipa de engenharia do CEiiA”.

O RFA ONE é um sistema de lançamento de três estágios. Foi concebido para utilizar tecnologia de motor de combustão de última geração nos seus sistemas de propulsão.

A intenção é que o novo microlançador combine três vantagens competitivas principais: arquitetura de muito baixo custo, entrega precisa em órbita e tecnologia de propulsão superior.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.