A Shigo é de Hong-Kong e numa parceria com a empresa que criou a caneta 3Doodler, avançou para a impressão 3D para criar um vestido diferente e que apenas não recorre ao processo nas presilhas que juntam as várias peças que compõem o projeto.

Uma das áreas onde a impressão 3D tem sido usada intensamente é esta da moda, onde agora nasce mais uma prova de que a tecnologia pode ser um recurso interessante para inovar.



No blog, a empresa explica que a criação do vestido partiu de uma falha de papel cortada ao molde do vestido, que serviu de base de trabalho, para que quando o plástico fosse impresso assumisse logo a forma correta.





Os objetivos dos designers foi o de criar um vestido inspirado em dois tipos de conchas, um conceito que o plástico impresso em 3D conseguiu replicar de forma bastante coerente, como mostram as fotos que permitem comparar o desenho com o produto final.



Foram necessários três meses para concretizar o projeto, que juntou a marca de moda de Hong Kong à empresa de tecnologia que conseguiu transformar o 3Ddoodler numa realidade graças ao financiamento reunido no crowdfunding. Aproveite para ver ou rever a tecnologia a funcionar.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.