O sistema de aterragem do SpaceX Crew Dragon integra quatro paraquedas, que foram experimentados no teste documentado em vídeo, que faz parte do processo de certificação que os dois parceiros comerciais da NASA têm de cumprir para todo o tipo de processos que se proponham realizar. Além da SpaceX, a Boeing está na mesma condição.

Neste caso concreto se os testes continuarem a correr bem o sistema poderá começar a ser usado pela empresa norte americana, com o fim a que se propõe, nas viagens de regresso da AEI já no próximo ano.  

O ensaio foi realizado a partir de um avião de carga C-130 e foi usado um peso no lugar que, numa situação real, será ocupado pela Space Crew Dragon quando estiver a trazer de volta à Terra os astronautas que estão na Estação Espacial Internacional.

Em dezembro de 2013 a SpaceX já tinha testado o seu sistema de múltiplos paraquedas para fazer aterrar carga transportada pela cápsula. Nos últimos dois anos trabalhou na sua adaptação ao transporte de pessoas.

Na altura foi usado um helicóptero que lançou a cápsula Dragon a uma altitude de oito mil pés, para o oceano Pacífico. Esta versão do sistema de aterragem da cápsula também levará os astronautas para o Pacífico, mas o objetivo é que a prazo seja possível garantir uma aterragem suave no solo. Para isso também está a ser testado um sistema de propulsão.

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.