De acordo com a NASA, as condições das águas oceânicas no Havai tornaram difícil o lançamento do Low Density Supersonic Decelerator (LDSD), na última terça-feira. A agência espacial explicou que a altura das ondas não era adequada para a recuperação segura do veículo de teste.

O lançamento foi reagendado para hoje, 4 de junho, às 18:30H, hora de Portugal Continental, e o leitor vai ter a hipótese de acompanhar todo o processo em direto. Durante mais de duas horas, um balão irá elevar o veículo a mais de 37 mil metros de altitude ficando todo o processo registado através das quatro câmaras instaladas no disco voador.

Broadcast live streaming video on Ustream

A primeira vez que o LDSD foi lançado foi em junho de 2014 no Havai. O balão preso ao disco voador conseguiu elevá-lo a 120 mil pés de altitude. No entanto, durante a sua descida, o paraquedas danificou-se tornando a queda do veículo mais agressiva do que inicialmente estava prevista.

Apesar disso, foi possível recolher informações importantes e o primeiro voo de teste foi rotulado como bem-sucedido. Tratando-se de uma fase de testes, os falhanços acabam por ser vistos como males menores para prevenirem futuros erros e ajudarem a identificar as modificações necessárias.

Assim, todas as atenções deste ano vão estar viradas para o desempenho do paraquedas supersónico que está “mais forte e muito mais robusto”, afirmou Ian Clarck, investigador do projeto, como citado na NBC.

A NASA já tem mais testes marcados para o disco voador, estando já prevista uma terceira fase de experiências para o verão de 2016.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.