O início do derradeiro dia do Web Summit ficou marcado por uma “conversa” entre Paddy Cosgrave, a mente empreendedora por detrás da maior cimeira tecnológica do mundo, e uma plateia de jornalistas.

E na segunda vez que o Web Summit se realiza em Portugal, o mentor mostrou que segue ainda mais "deliciado" com o sucesso do evento. "Tivemos dias fenomenais" referiu, acrescentando mais tarde que o apoio do Governo português tem sido fantástico. "Um casamento perfeito", afirmou, destacando também o envolvimento da Câmara de Lisboa, da Polícia, do Aeroporto.

"Esta noite vamos sentar-nos, como todos os anos na última noite, e falar de como tudo correu, para melhorar a próxima edição", disse respondendo a uma pergunta sobre as lições que leva do Web Summit deste ano. Destacou a Inteligência Artificial (IA) como um “peso pesado” em 2017, dada a transversalidade a várias conferências. Isto é tanto verdade que está a considerar, num próximo Web Summit, criar um palco exclusivamente dedicado ao tema.

O universo das criptomoedas também poderá vir a ter um palco só para si, pois, segundo o CEO do Web Summit, é um dos “tópicos quentes” deste ano e uma tendência que irá ganhar mais preponderância na cena tecnológica.

Já na resposta sobre o futuro do Web Summit em Lisboa, Paddy Cosgrave foi mais esquivo. "É difícil pensar no que vou fazer na próxima semana, ou mesmo no fim de semana, quanto mais. O único foco que tenho são as próximas 12 horas".

Confrontado com críticas que apontam que o Web Summit não tem um impacto significativo na economia e que os bilhetes para o evento são demasiado caros, Cosgrave desvaloriza os comentários e, com um sorriso meio irónico e sem avançar contra-argumentos, afirma que “cada um tem direito à sua própria opinião”.

O mentor do Web Summit considera que a saída do Reino Unido da União Europeia, o tão badalado “Brexit”, será uma oportunidade para as empresas de França e da Alemanha conseguirem destronar o país insular na lista dos maiores “ímanes” de investimento. Essa tendência, segundo o gestor irlandês, já se observa no Web Summit, em que a Alemanha já é segundo país com maior participação na cimeira.

O Web Summit termina esta quinta-feira, dia 9 de novembro, e o TEK tem acompanhado os momentos mais importantes, nomeadamente em imagens. Veja a edição de 2017 do evento "por dentro".

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.