A caminhada espacial foi a primeira realizada durante a atual missão Shenzhou-14, que começou em junho e deve durar seis meses.

Os astronautas Chen Dong e Liu Yang, ambos pilotos do exército, regressaram à estação Tiangong pouco depois da meia-noite na China, segundo a CMSA, que descreveu a operação como um “sucesso total”.

A agência espacial divulgou um vídeo dos dois astronautas chineses em equipamentos espaciais brancos, com o planeta Terra no horizonte. Os astronautas procederam à instalação de uma câmara e de um novo braço robótico, tendo também testado um procedimento de regresso de emergência na estação.

Veja o vídeo 

A construção da estação espacial deve estar concluída até ao final do ano, com a chegada de um terceiro e último módulo. Tiangong vai ter uma aparência final em forma de T e um tamanho semelhante à da antiga estação russa Mir, lançada em 1986 pela antiga União Soviética.

Astronautas chineses voltam a “caminhar” no espaço. Passeio durou perto de sete horas
Astronautas chineses voltam a “caminhar” no espaço. Passeio durou perto de sete horas
Ver artigo

A infraestrutura deve durar pelo menos 10 anos. A China está a investir milhares de milhões de euros no seu programa espacial. O país asiático enviou o primeiro astronauta para o espaço em 2003.

Em 2019, o país pousou um dispositivo no outro lado da Lua, uma estreia mundial. Em 2020, a China trouxe amostras da Lua e no ano seguinte pousou um pequeno robô em Marte.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.