Nas últimas semanas a Europa tem estado praticamente toda pintada a vermelho nos mapas da ECDC, um código de cor que representa a existência de mais de 500 casos positivos de COVID-19 por 100 mil habitantes.

Os dados do Centro de Controle de doenças europeu (ECDC na sigla em inglês) foram atualizados esta quinta feira, mostrando que nos últimos 14 dias Portugal e a maioria da Europa ocidental continuam pintados a vermelho escuro pela progressão de infeções de  COVID-19 apesar da redução das medidas de contenção que está em curso um pouco por toda a União Europeia.

O mapa mostra algumas melhorias em certas zonas de Espanha, assim como nos países da Europa de Leste, estando pintados a laranja, o segundo nível mais elevado, que correspondem entre a 100 a 300 casos positivos de COVID-19 por 100 mil habitantes. Mas Portugal, França, Itália e outros países nórdicos continuam pintados a vermelho. Portugal soma assim a décima semana consecutiva de 2022 no vermelho.

Na semana passada, a ECDC tinha referido que a situação epidemiológica na União Europeia ainda era considerada elevada, mas notava-se a redução a nível geral, sobretudo nas notificações positivas em alguns países. Por outro lado, salienta que houve mudanças de estratégia no que diz respeito aos testes realizados à população em alguns países, incluindo a sua redução, num foco em casos mais graves.

De recordar que o boletim epidemiológico deixou de ser diário, passando a ser semanal, publicado às sextas-feiras. O número de casos positivos de infeção subiu para 11.963 face à semana anterior, na atualização na última sexta-feira, dia 11 de março. Foram ainda registados uma redução de 36 mortes entre as duas semanas.

Com a redução dos casos de COVID-19, a Comissão Europeia pretende reduzir as restrições associadas às viagens dos cidadãos entre os Países-membros. A Comissão fez um balanço do certificado digital COVID-19, considerando que este foi uma ferramenta muito útil desde que foi adotada em julho de 2021. Ao todo, foram gerados mais de 1,7 mil milhões de certificados digitais, que permitiram a circulação dos cidadãos durante o período das restrições da pandemia.

Com o desenvolvimento da situação pandémica, a Comissão diz estar a trabalhar para um regresso sem restrições à circulação livre. “Pedimos aos Estados-membros que levantem as últimas restrições de viagens, particularmente onde já foram levantadas ao nível doméstico”.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.