As duas versões do novo sistema operativo hoje lançado pela Microsoft, o Windows XP Home e Professional, vão começar desde já a ser vendidas em 60 países e comercializados em 34 idiomas diferentes, mas que serão lançados gradualmente. O português é uma das línguas na qual os sistemas vão ser produzidos, mas a versão em língua lusa só estará à venda no final do ano, embora pelo mesmo preço que as actuais versões em inglês.



Sem divulgar expectativas de vendas para Portugal, Carlos Lacerda, director de marketing da Microsoft Portugal, afirmou que a nível mundial a empresa espera atingir até final do próximo os 100 milhões de clientes com o produto instalado.



Carlos Lacerda salientou ainda que o investimento global em promoção do Windows XP será de 250 milhões de dólares e que em Portugal foi já iniciada hoje a campanha de merchandising do produto, com a primeira venda a realizar-se em três lojas da Vobis esta madrugada. Também associadas à promoção estão as grandes cadeias de distribuição nacional, onde se incluem as empresas da Sonae, a Singer, FNAC e Carrefour.



O mote da campanha “Fly with us”, inicialmente previsto para este lançamento foi abandonado na sequência dos acontecimentos de 11 de Setembro, mas os responsáveis da empresa destacaram o facto de terem considerado não se justificar o adiamento porque este era um momento muito esperado pela indústria. O mote da campanha actualmente é “Yes we can”, que em português foi traduzido por “É só querer”.



As versões de 64 bits do do novo Windows, workstation e servidor, só deverão ser lançadas no primeiro semestre de 2002, sendo o nome Windows .Net Server escolhido para o sucessor do Windows 2000 Server e do NT Server. Carlos Lacerda salientou o trabalho que está a ser feito em conjunto com a Intel para o lançamento destes sistemas de 64 bits, estando a Intel já a trabalhar com 15 fabricantes de servidores e estações de trabalho que estão a testar as versões beta destes sistemas operativos.



A Microsoft Portugal mostrou ainda os preços estimados de venda a público (com base numa média dos preços praticados pelos revendedores), que são os mesmos que havíamos já referido na peça Windows XP - um sistema operativo em ponto grande, sendo contemplada ainda uma versão de estudante, mais barata, que custa apenas 26.900$00 já com IVA, mas está disponível apenas na versão Home.



Carlos Lacerda confirmou que os preços praticados estão acima dos estabelecidos em relação à anterior versão Windows Me, mas justifica este “aumento” com o facto do novo sistema se basear em tecnologia NT, com maior estabilidade, fiabilidade e segurança. Eventuais promoções de preços e pacotes de desconto serão semelhantes às políticas praticada noutros países Europeus, e não nos Estados Unidos. O director de marketing justifica assim o facto de em Portugal não estar previsto um desconto de 10 por cento na compra de licenças adicionais da versão doméstica, que está a ser praticado nos Estados Unidos.



O TeK decidiu nomear o dia de hoje “O dia Windows XP” e por isso a maior parte da edição será dedicada aos novos sistemas operativos da Microsoft. Outras peças feitas hoje são:



Notícias Relacionadas:

2001-10-17 - Lojas Vobis abertas na madrugada do dia 25 para lançamento do sistema operativo Windows XP

2001-08-24 - Windows XP está pronto e já tem preço

2001-05-11 - Versão portuguesa do Windows XP no inicio de 2002

2001-05-23 - Microsoft apresenta Windows XP de 64 bits para Itanium

2001-05-09 - Windows XP a 25 de Outubro

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.