A Airspeeder testou com sucesso um carro de corrida voador. O Alauda Mk3 protagonizou o primeiro voo não tripulado este fim-de-semana, no sul da Austrália. O eVTOL (designação dada aos veículos elétricos de descolagem vertigal) foi remotamente controlado pela autoridade australiana de segurança para a aviação.

O objetivo da Airspeeder e da Alauda Aeronautics é criar uma liga de corridas para veículos do género. No site da Airspeeder, que dá nome à liga, o "sucesso destes voos significa que os Grandes Prémios com com carros elétricos voadores não tripulados vai acontecer em 2021 em localizações internacionais que serão brevemente reveladas".

O Alauda Mk3 pesa 130 quilos, consegue atingir os 100 km/h em 2,8 segundos e ascender aos 500 metros de altura. O carro tem uma bateria amovível e a equipa responsável diz ser capaz de a substituir em 20 segundos. Cada bateria dá-lhe uma autonomia de 10 a 15 segundos.

Para garantir a segurança nas competições, o veículo está também equipado com um lidar e um radar que o ajudam a criar um campo de forças virtual que serve para prevenir colisões.

A Airspeeder adianta que a série de corridas EXA, que está planeada para este ano, vai contar com quatro equipas, sendo que cada uma delas terá até dois pilotos remotos.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.