A Amazon revelou esta quarta-feira um conjunto de novas ferramentas empresariais que vão colocar as potencialidades da inteligência artificial e do machine learning ao serviço das corporações.

Um desses produtos foi a DeepLens, uma câmara munida com um sistema de IA e outras ferramentas derivadas, como uma funcionalidade de reconhecimento ótico e outra que consegue identificar e diferenciar imagens e objetos. "Isto vai ajudá-lo a detetar gatos e cães, caras, gestos e um largo conjunto de objetos domésticos", escreve a AWS (Amazon Web Services) em comunicado.

Estas capacidades podem representar um atalho para todas as empresas que estiverem a testar e a desenvolver novos serviços baseados em inteligência artificial, especialmente se estes tiverem base no reconhecimento visual de elementos reais. Note que, em adição, as empresas poderão ainda ensinar a DeepLens a reconhecer coisas específicas. Isto poderá ajudar, por exemplo, na agilização de processos num armazém, que pode assim dispor de um conjunto de câmaras destas para inventariar produtos através da leitura automatica de códigos de barras.

Em termos de especificações, importa saber que cada uma destas câmaras regista áudio e imagens a 1080p e é potenciada por um processador Intel Atom. Para efeitos de conectividade, existe ainda suporte para Wi-Fi, USB e uma porta HDMI.

A subsidiária empresarial da Amazon, que aproveitou a conferência re:Invent para revelar este produto, anunciou também que a câmara vai ter integração com os restantes serviços de cloud e IA da empresa.

A DeepLens vai chegar ao mercado com um preço de 250 dólares.

Funcionários querem mais robots e inteligência artificial como "colegas" de trabalho
Funcionários querem mais robots e inteligência artificial como "colegas" de trabalho
Ver artigo

Entre as novidades está também a SageMaker, uma nova plataforma para criar e disponibilizar algoritmos de machine learning. O programa vai rivalizar diretamente com as propostas da Google, que tem liderado o segmento empresarial da inteligência artificial ao longo dos últimos anos.

Esta plataforma, que servirá também para hospedar serviços desta natureza, vai suportar as frameworks mais populares da indústria, como a TensorFlow da Google, a Caffe2, do Facebook, a Pytorch e a MXNET. Em suma, os programadores vão poder utilizar esta plataforma para acompanhar todas as fases de criação e lançamento do seu produto de IA.

Por último, a empresa aproveitou também para anunciar o lançamento de um novo serviço de tradução.

Note que no último trimestre a receita da AWS aumentou 42% face ao período homólogo de 2016, chegando aos 4,58 mil milhões de dólares.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.