Na primeira semana após o lançamento, a solução de segurança da Microsoft somou mais de 1,5 milhões de downloads nos 19 países onde está disponível.

As contas são feitas pela própria Microsoft e mostradas no seu blog de segurança e revelam ainda que neste mesmo período de tempo o Security Essentials detectou quatro milhões de ameaças, identificadas em 535.752 computadores infectados.

Os Estados Unidos surgem como o país com maior número de PCs comprometidos (27% do total), seguidos da China e do Brasil (17% cada).

Nos EUA os Cavalos de Tróia surgem como o principal problema, enquanto na China as maiores ameaças estão normalmente relacionadas com a exploração de vulnerabilidades, com exploits como o ShellCode e o IframeRef apontados como exemplo. Tal poderá indicar que muitos dos computadores chineses não descarregaram as últimas actualizações de segurança, refere a empresa. No Brasil, os worms tomam a dianteira das ameaças, nomeadamente o Conficker.

"Em apenas uma semana, a Security Essentials da Microsoft já faz 'diferença' para as pessoas que o instalaram no seu computador", considera a gigante da informática.

A Microsoft revela ainda existir já um número elevado de utilizadores com Windows 7 que descarregaram o Security Esseentials. A fabricante indica que 44 por cento das máquinas que instalaram a solução de segurança já usam o novo sistema operativo - cuja estreia oficial está marcada para esta semana -, enquanto 33 por cento usa o XP e 23 por cento o Vista.

Relativamente ao volume de infecções na sua relação com os sistemas operativos, o principal visado é o Windows XP, com 52 por cento das máquinas comprometidas. O vista reunia 32 por cento e o Windows 7 16 por cento dos computadores infectados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.