A Apple detetou uma falha no código do iOS e Mac OS X que colocava em causa a segurança dos certificados de comunicação entre o browser Safari e as páginas Web. De acordo com a imprensa internacional os certificados não estavam a ser verificados da forma certa, abrindo espaço para a exploração de esquemas de roubo de dados.

Isto permitia, por exemplo, que um pirata informático criasse uma página falsa por onde o utilizador passava primeiro, até ser redirecionado para o website que queria mesmo visitar. Entretanto alguns dados já teriam sido roubados.

A falha foi detetada inicialmente no sistema operativo móvel que sustenta os iPod Touch, iPhone e iPad, mas o mesmo problema estaria também disponível no Mac OS X. Ontem, 25 de fevereiro, a Apple libertou uma atualização de software para o sistema operativo de computadores para "estancar" as falhas de segurança.

Escreve a BBC que a falha de segurança terá existido durante meses, mas nenhuma empresa de segurança veio a público relatar a sua existência. Um especialista ouvido pelo jornal britânico considerou uma falha a Apple não ter identificado e endereçado o problema mais cedo.

Ainda não é certo quantos utilizadores podem ter sido efetivamente afetados pela falha de segurança, nem a quantidade de dados que pode ter sido roubada.

Se ainda não atualizou os equipamentos para o software mais recente, deve fazê-lo o quanto antes sob pena de agora a ameaça poder ser explorada por mais criminosos.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.