Steve Jobs e Tony Fadell trocaram várias ideias sobre o design de carros em múltiplas ocasiões. Escreve a Bloomberg que o cofundador da marca da maçã e o ‘pai’ do iPod perguntaram-se sobre como seria um carro da Apple, que painel de controlo teria e se seria a combustível fóssil ou energia elétrica.

É o próprio Fadell - agora líder da Nest e pessoa responsável pelo redesenho dos Google Glass - quem conta a história à agência de notícias. “Foi engraçado discutirmos essas ideias”, garante.

Mas em 2008 a Apple acabou por não desenvolver a ideia. Primeiro porque a indústria automóvel estava a atravessar um período de crise intensa e depois porque a própria tecnológica tinha outras prioridades, como fortalecer o recém-lançado iPhone.

A revelação acontece numa altura em que parece certo que a Apple está a preparar-se para entrar no segmento automóvel: existem rumores nesse sentido, já recrutou dezenas de engenheiros e também já recebeu uma ‘indireta’ do líder da Tesla.

E para Tony Fadell, fazer um carro não é assim tão diferente de fazer um smartphone: “Um carro tem bateria, tem um computador, tem um motor e tem uma estrutura mecânica. Se olhar para um iPhone, tem as mesmas coisas”, disse o agora elemento da Google.

O engenheiro diz ainda que câmaras fotográficas e televisores foram outras equações da Apple, mas que a tecnológica optou por focar-se no dispositivo que teria maior impacto junto dos utilizadores: o smartphone.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.