A Apple apresentou ontem um novo browser gratuito chamado Safari, que foi aclamado por Steve Jobs, durante a sua conferência na MacWorld de São Francisco como sendo três vezes mais rápido que os da concorrência. Segundo o director executivo da companhia, a Apple esteve a trabalhar neste software durante um ano. Ao mesmo tempo, Jobs revelou ainda dois novos modelos que se vêm juntar à família de computadores portáteis PowerBook, um com um ecrã de 12 polegadas e outro com um ecrã de 17 polegadas.



Ao contrário do Chimera, o navegador para Macs do projecto open-source Mozilla ou dos rapidíssimos browsers baseados no motor Gecko como o Phoenix e o Galeon, a Apple utilizou o código de base khtml que é utilizado no Konqueror do projecto de ambiente gráfico KDE para o Linux.



A empresa de Steve Jobs prometeu já que irá partilhar as melhorias que efectuar ao código fonte com a comunidade de programadores open-source. A primeira versão beta está disponível gratuitamente para download desde ontem.

Com um grande destaque para a área de software, durante a sua apresentação Jobs salientou ainda outra novidade, o Keynote, um pacote de apresentações em formato de slide que tira partido dos efeitos visuais Quartz e exporta ficheiros PowerPoint, PDF ou QuickTime, sendo comercializado por 99 dólares. Foi também revelada pela primeira vez em público uma edição dirigida ao mercado de consumidores do Final Cut, software de edição de vídeo, enquanto que o iPhoto e o iMovie foram alvo de actualizações substanciais gratuitas.



Jobs exprimiu a sua intenção de criar um pacote Office com a suite de software iApps de forma a integrar mais estreitamente as aplicações entre si. A Apple vai passar a comercializar esse pacote com a marca iLife, integrando o iPhoto, iMovies, iTunes e o iDVD por um preço de 49 dólares.



Surpreendendo os presentes, o director executivo da companhia anunciou uma diversificação da gama de portáteis PowerBook, com a introdução de um modelo G4 com um ecrã de 12 polegadas e de um modelo de 17 polegadas. Assemelhando-se esteticamente ao iBook, o PowerBook G4 de 12 polegadas pode ser adquirido por 1.799 dólares. Quanto ao modelo de 17 polegadas, integra um monitor de 1440x990 pixéis, semelhante ao iMac topo de gama, custando 3.299 dólares.



Ambos os modelos apresentam placas gráficas GeForce4 da Nvidia e tecnologia sem fios de comunicação de rádio Bluetooth. A funcionalidade de redes sem fios 802.11g já vem integrada no modelo de 17 polegadas, sendo opcional no de 12 polegadas. O PowerBook gigante tem um teclado retro-iluminado que se ajusta a si próprio de acordo com o ambiente.



O modelo mais pequeno incorpora uma drive combo CD-RW/DVD-ROM. Em resposta às críticas relativas à má recepção da estação base de redes sem fios Airport no PowerBook, o novo notebook de 17 polegadas usa uma caixa de alumínio, estando a antena situada na tampa. Os dois portáteis apenas correm o Mac OS X.



Notícias Relacionadas:

2002-11-07 - Apple actualiza e reduz preços dos portáteis PowerBook e iBook

2002-09-25 - Projecto Mozilla revela novo browser mais rápido

2001-10-16 - Apple renova linha de portáteis iBook e Titanium PowerBook

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.