De acordo com o popular analista Ming-Chi Kuo, a Apple deverá "livrar-se" dos processadores Intel até 2020 ou 2021. A empresa quer começar a desenvolver Macs com o seu próprio chip, uma vez que não quer continuar presa ao calendário de lançamentos da tecnológica norte-americana.

Kuo acredita que a mudança vai começar no sector dos portáteis, dado que será difícil, para já, equiparar os melhores chips da Intel em termos de processamento. Uma vez alcançado esse objetivo, a transição deverá também apanhar os Macs de maior potência.

O analista, conhecido por adiantar informações sobre a Apple, adianta ainda que a empresa da maçã deverá confiar o exercício da manufatura à Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC).

Para o futuro, Kuo antecipa que a empresa taiwanesa venha a ser ainda mais essencial para o negócio da gigante de Cupertino, uma vez que a introdução do negócio automóvel deverá encarregá-la de produzir os chips que vão ser utilizados nos sistemas autónomos.

Esta previsão vai ao encontro de uma notícia publicada pela Bloomberg em abril deste ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.