A Associação de Empresas de Software Open Source Portuguesas (ESOP) tem nova direção. Álvaro Pinto da Full IT é o novo presidente da estrutura criada há cinco anos para dar uma só voz às empresas nacionais de software livre.



O responsável substitui Gustavo Homem, da Angulo Sólido, que liderava a associação desde a sua constituição em setembro de 2007. Na altura da constituição o responsável explicava ao TeK que a ESOP surgia da necessidade de várias empresas portuguesas dinamizarem o mercado de open source em Portugal.



"É fundamental que o mercado português entenda os enormes benefícios da utilização de tecnologias open source ao mesmo tempo que são desmistificados alguns "fantasmas" em torno do open source, que nos dias que correm não fazem o menor sentido", sublinha o responsável.



Desde a fundação a ESOP tem procurado assumir um papel ativo nas decisões políticas que envolvem o sector, como a definição e aprovação da lei das normas abertas na Administração Pública, ou a utilização de software de código aberto nos serviços públicos.



Com Álvaro Pinto a liderar a nova direção está Paulo Ribeiro da Linkare, que assume funções de vice-presidente, Gerardo Lisboa da Info-Care, HJosé Correia da Angulo sólido, Paulo Trezentos da Caixa Mágica, Diogo rebelo da DRI e Raul oliveira da IP Brick.



Da ESOP fazem parte 24 empresas portuguesas com um volume de negócios conjunto de 110 milhões de euros e um total de 650 colaboradores.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.