Os ataques informáticos estão cada vez mais direccionados para violar programas desenhados para proteger informação. Incluem-se neste leque software de back up ou cópia de dados, antivírus ou aplicações firewall, revela um relatório do SANS publicado hoje.



A organização mostra-se preocupada com esta alteração no target de actuação dos hackers, já que as atenções das empresas e governos, em termos de protecção, estão hoje mais focadas nos sistemas operativos, o email, o browser que há vários anos são os principais alvos de ataque. Por outro lado, nem todos os fabricantes de programas de segurança estão preparados para lançar de forma rápida actualizações para as falhas exploradas.



"Isto faz com que a segurança tenha retrocedido seis anos nos últimos 18 meses", considera Alan Paller, director de pesquisa da organização, para explicar o impacto de ataques sobre programas que ainda não automatizaram os seus sistemas de actualização de falhas de segurança.



A organização alerta por isso para a introdução de mecanismos de actualização rápida dos programas desenhados para protegerem os dados, sob pena destes serem corrompidos na sequência de ataques e deixarem de cumprir o seu papel.



"Ao longo do último ano assistimos a uma alteração de foco no exploit de produtos de segurança usados por um número elevado de utilizadores finais", sublinha o relatório que acompanha o Top20 de vulnerabilidades do SANS, reunindo o trabalho de análise de vários especialistas.



Neste contexto, é também referido um aumento dos ataques dirigidos a software usado nos equipamentos que encaminham o tráfego de Internet, como os routers ou switchers. Da lista continuam ainda a fazer parte vários programas da Microsoft, ou da Apple, através do seu browser safari.



Notícias Relacionadas:

2005-05-02 - Hackers procuram pontos fracos fora dos sistemas Windows

2003-10-10 - SANS Institute aponta as 20 vulnerabilidades informáticas mais frequentes

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.