A PC World avançou que a AMD poderá atrasar o lançamento do novo chip Opteron quad-core para servidores, denominado Barcelona. A disponibilização do dispositivo estava prevista para o próximo mês de Julho mas Glen Yeung, analista do Citigroup refere que em conversações com fabricantes de equipamentos presentes na feira Computex se apercebeu que o chip só deveria ser lançado dois ou três meses mais tarde.




A AMD já respondeu aos rumores referindo que os trabalhos em torno do semicondutor estão a decorrer conforme o planeado e que os prazos serão cumpridos.




De acordo com a fabricante, as especulações surgiram após a fabricante Cray referir que o equipamento XT4 teria o seu lançamento adiado devido a um atraso na disponibilização do Barcelona. No entanto, a AMD explica que o semicondutor utilizado no XT4 da Cray é o Budapest, um outro chip de quatro núcleos cujo lançamento está agendado para o final do ano.




Mesmo assim, as duas versões da história já tiveram reflexos na bolsa. As acções da AMD viram o seu valor baixar, o que deverá continuar a acontecer caso a previsão do Citigroup se mantenha.




Durante vários meses a AMD comprometeu-se a lançar na segunda metade de 2007 o novo chip. Esta promessa fez com que a fabricante conseguisse nivelar o impacto negativo que a luta de preços travada com a Intel tem tido na empresa, uma batalha que já custou à AMD 611 milhões de dólares em perdas no seu primeiro trimestre fiscal.




Contudo, a AMD acredita que o Barcelona será fundamental para os bons resultados da empresa face à concorrência já que oferece "melhor rendimento" face aos Xeon quad-core da Intel, disponibilizados em Novembro do ano passado.




Notícias Relacionadas:

2007-05-18 - AMD desenvolve resposta à plataforma Santa Rosa para final de 2007

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.