Foi descoberta uma Botnet que integra 1,9 milhões de computadores, entre os quais se contam equipamentos em serviços governamentais nos Estados Unidos. O alerta é da Finjan, uma empresa especializada em segurança norte-americana que garante que a rede é usada desde Fevereiro.

A rede é usada por um grupo de hackers que controlam um servidor localizado na Ucrânia e tira partido dos computadores zombie para copiar ficheiros, ler emails, registar os toques nas teclas, enviar spam e capturar ecrãs de aplicações.

A descoberta foi feita pelo centro de análise de software malicioso da empresa durante uma investigação ao servidor controlado pelos cibercriminosos.

Os cibercriminosos criaram uma rede para distribuir o seu malware e terão comprometido computadores em 77 domínios .gov dos Estados Unidos, Reino Unido e outros países, abrangendo também empresas e computadores particulares.

A Finjan já partilhou a informação com as autoridades dos Estados Unidos e Reino Unido sobre a actividade do servidor na Ucrânia e também divulgou os dados junto das entidades governamentais comprometidas por esta Botnet.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.