Na data marcada o primeiro feixe de protões no Grande Colisionador do CERN (LHC) foi conduzido ao longo dos 27 km do maior acelerador de partículas do mundo. A activação do LHC marca a transição para uma nova fase do projecto que já decorrer há décadas.

O LHC foi ligado esta manhã às 9h28m de Portugal Continental e a primeira experiência foi considerada um sucesso. "É um momento fantástico,[...] agora poderemos entrar numa nova era de compreensão das origens e evolução do universo", afirmou o responsável pelo projecto do LHC, Lyn Evans, em comunicado.

Nas próximas semanas os sistemas de aceleradores serão ligados para forçar os feixes a colidir e permitir o início do programa científico. Uma vez que se consiga obter colisões dos feixes, haverá um período de medidas e calibração dos detectores das 4 grandes experiências que serão desenvolvidas no LHC, e novos resultados são esperados dentro de um ano. De acordo com informação do CERN, as experiências no LHC permitirão aos físicos completar uma viagem que começou com a descrição da gravidade por Isaac Newton.

Serão ainda procurados indícios de matéria escura no Universo, um novo tipo de matéria que não emite luz como as estrelas e galáxias. Na lista de tarefas está ainda a investigação sobre a razão da preferência da natureza pela matéria em relação à anti-matéria, e matéria que poderá ter existido nos primeiros instantes após o big-bang.

Portugal é um dos Estados-membros fundador do CERN, tendo aderido ao projecto em 1985. O Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas (LIP) foi na altura criado para prosseguir todas as actividades relacionadas com a física experimental de partículas, envolvendo investigadores provenientes das universidades e pessoal científico do LIP.

O LIP tem um compromisso forte com os programas do CERN, presentemente baseados nas experiências e tecnologias de LHC.

O CERN tem vários vídeos explicativos da sua actividade no YouTube, que demonstram também o processo de construção e a importância do LHC.

Se não quiser enfrentar as dificuldades da linguagem técnica pode ainda divertir-se e aprender alguma coisa com o Rap criado por uma das cientistas da instituição.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.