A Hewlett-Packard estima que, em 2020, o consumo de dados ultrapasse a marca dos 40 zettabytes (40 ZB) quando há alguns anos as perspetivas mais altas apontavam para os 5 ZB nessa mesma data. E foi para dar resposta a esta tendência de mercado que o projeto Moonshot começou a ser desenvolvido.

Em 2012, e segundo os dados da empresa, houve um consumo de 2,8 ZB. Todo este processamento de dados tem custos energéticos elevados: a título de exemplo, a França consumiu 447 mil milhões de quilowatts e o Reino Unido teve um consumo de 345 mil milhões de quilowatts.

O projeto Moonshot está a ser desenvolvido desde 2007, mas foi apenas em 2011 que a HP considerou que o estado das investigações correspondia às reais necessidades do mercado.
Apesar de ter o segmento empresarial como público-alvo, nem todo o tipo de empresas podem fazer uso da eficiência do Moonshot.

O vice-presidente da HP Paul Senteler fez questão de salientar que só as empresas que fazem realmente uso dos 45 servidores que estão equipados na enclosure tiram vantagens deste aglomerado de hardware.

Em Portugal existem empresas e organizações com capacidade para dar uso à solução da HP, mas dado o tecido empresarial português, constituído sobretudo por pequenas e médias empresas, esta é uma ferramenta que não deverá ter grande impacto no mercado nacional.

A tecnológica norte-americana promete uma redução no consumo energético de 89%, que por sua vez se traduz numa redução de 77% dos custos associados. Duas empresas que marcaram presença em Londres e que têm testado a nova solução da HP comprovaram que nos primeiros meses os custos mais baixos e a redução energética são uma realidade próxima aos valores apresentados pela tecnológica.

Google, Facebook e Amazon têm os seus próprios servidores, mas a HP desmarca-se destes gigantes tecnológicos e refere que a solução Moonshot é mais personalizada e destina-se a outras empresas do mercado que também geram uma elevada fatia de consumo de dados.

Arma poderosa para a pirataria?

Questionado pelo TeK sobre a possibilidade de cada pessoa poder ter o seu próprio The Pirate Bay dado o pouco volume do Moonshot 1500, um executivo da HP referiu que este cenário é pouco provável dado que todas as restantes infraestruturas que são necessárias, como alimentação energética, precisam de mais espaço e de custos adicionais que nem todos os sites de partilha de ficheiros conseguem suportar.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.