A Critical Software, através da sua subsidiária Critical Materials, foi escolhida para participar naquele que é considerado o maior projecto europeu de Investigação & Desenvolvimento (I&D) do sector aeronáutico.

O projecto deverá representar para a Critical cerca de dois milhões de euros, em volume de negócios, nos próximos quatro anos, referiu Júlio Viana, Chief Technical Officer (CTO) da Critical Materials, em declarações ao Jornal de Negócios.

A tecnológica foi seleccionada para participar no Intelli-SHM (Structural Health Monitoring), integrado no programa I&D europeu aeronáutico CleanSky - JTI.

O Intelli-SHM tem como objectivo o desenvolvimento de sistemas integrados de monitorização, diagnóstico e prognóstico de componentes de aeronaves de nova geração.

A Critical Materials vai participar neste projecto com a tecnologia VS2, uma solução capaz de realizar diagnósticos e prognósticos de manutenção de aeronaves de forma a estender a sua vida útil, maximizar as horas de voo, sem prejuízo de segurança, e reduzindo custos.

A empresa está a desenvolver esta tecnologia há cerca de um ano e meio, um investimento que rondou os 700 mil euros, dos quais 70 por cento são financiados pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN).

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.