A Dell Computer revelou hoje em Tóquio um miniPC destinado às empresas, acreditando que a tendência para a adopção de pequenos computadores desktops veio para ficar.



Denominado OptiPlex SX260, este computador tem quase as mesmas dimensões e forma de um dicionário comum. O computador pesa cerca de 3,5 quilos e pode vir com um processador Pentium 4 ou Celeron da Intel, dispondo ainda de seis portas USB. O PC pode ser montado horizontalmente, verticalmente, debaixo de uma secretária, numa parede ou atrás de um monitor de ecrã plano.



Apesar de o novo modelo da linha OptiPlex ter sido anunciado no Japão, país onde os PCs pequenos são desde há muito populares, o computador irá estar disponível em todo o mundo. Este computador é o primeiro da sua linha a suportar a nova Dell USB memory key, um dispositivo removível de armazenamento de dados que será lançado no próximo mês.



http://imgs.sapo.pt/gfx/157862.gif
Os fabricantes têm vindo a promover desktops atractivos e pequenos desde 1998, quando a Apple obteve um enorme êxito com o primeiro iMac. Contudo, até à data, os modelos lançados subsistiram pouco tempo, devido ao facto de o seu preço ser superior ao dos desktops normais.



Em Julho de 2000, a Dell descontinuou o seu próprio WebPC - uma máquina com tons de azul e com formas curvas destinada ao mercado de consumidores que tinha um tamanho mais reduzido do que os outros modelos comuns da companhia - apenas seis meses após o seu lançamento,devido a um fraco nível de vendas.



Mas, algumas empresas e analistas, têm vindo recentemente a afirmar que a tendência está a mudar lentamente. As empresas, especialmente as grandes organizações financeiras, estão à procura de formas para economizar o espaço das secretárias. Em paralelo, os monitores de ecrã plano estão a tornar-se cada vez mais populares, sendo que muitos dos miniPCs são vendidos em conjunto com este tipo de monitores.



O SX260 mede 2,46 por 2,41 centímetros e cerca de 50 por cento mais pequeno que o seguinte PC da Dell com menores dimensões. A configuração mais básica apresenta um preço de 599 dólares (613,29 euros). Contudo, uma configuração típica, contendo um Pentium 4 de 2 GHz, 256 MB de memória, um disco rígido de 20 GB e um ecrã plano de 15 polegadas, bem como uma drive de CD-ROM, custa 1499 dólares (1534,76 euros).



Michael Dell, fundador e presidente da empresa, aproveitou a conferência de imprensa em Tóquio para revelar que a sua companhia deverá lançar dentro em breve um PDA nos Estados Unidos, de acordo com a agência Reuters. No entanto, acrescentou que não vislumbrava grandes oportunidades de crescimento nesse mercado a curto prazo.



"Para nós, está longe de possuir a mesma importância estratégica do que os servidores, o armazenamento de dados ou os serviços, mas é um mercado em desenvolvimento - um mercado relativamente pequeno actualmente", afirmou Dell.



Apesar de não ter adiantado um prazo específico para o lançamento, adiantou que "é um mercado para nós no futuro". A companhia anunciou recentemente que iria alargar a actividade para os mercados de impressoras e computadores de bolso. Mas, segundo Dell, o objectivo da companhia de obter o dobro das receitas irá depender bastante da expansão da Dell nos mercados de servidores, armazenamento de dados e serviços.


Notícias Relacionadas:

2002-09-12 - Dell pronta para vender PDAs de marca própria em meados de 2003

2002-08-21 - Dell planeia vender PCs de "marca branca" a comerciantes

2002-07-17 - Dell revela novo notebook leve de gama média

2002-05-27 - Dell poderá entrar no mercado de impressoras

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.