Se ainda é necessário algum esforço para acreditar que em breve (próxima década) os veículos autónomos vão tomar conta das estradas, mais surpreendente é assistir a toda a tecnologia que poderá surgir com essa revolução automóvel. É o caso de drones, que são chamados em caso de emergência para prestar emergência… bom, pelo menos é o que diz uma patente que a Ford registou.

A ideia é resolver eventuais problemas nos sensores nos seus modelos autónomos através de um drone. Atualmente, os carros estão equipados com sensores de estacionamento, câmaras e outros acessórios que quando avariados, ainda contam com o próprio condutor humano. Mas quando um sensor de um automóvel autónomo avaria?

Na patente da Ford é descrito um sistema que envia um sinal do automóvel à central de controlo, identificando a sua localização. A central recebe o pedido e envia um drone de assistência para o automóvel. No local, o dispositivo encaixa-se no tejadilho do carro, identifica o centro de reparação mais perto, e ajuda-o a chegar ao seu destino para receber assistência.

De notar que as patentes nem sempre passam à produção, e tendo em conta os anos que ainda faltam para que os veículos autónomos cheguem às estradas, esta ideia pode sofrer alterações. Até porque a utilização de drones ainda é matéria sensível, sobretudo pelas restrições colocadas pelas entidades que regulamentam o espaço aéreo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.