A Panasonic anunciou o lançamento de uma nova versão de um dos portáteis mais robustos da sua linha. No entanto, não é na resistência ao choque que está o maior atrativo do CF-20 Mark 2. Mais do que força e resiliência, o computador tem autonomia. Cerca de 17 horas, para sermos mais precisos.

Tal como a versão original deste modelo, o Mark 2 conta ainda com um ecrã convertível de 10.1 polegadas e uma câmara frontal munida com o sistema de certificação biométrica Windows Hello.

A autonomia é assegurada com a ajuda de uma segunda bateria, que vem integrada por debaixo do teclado deste computador. Em modo tablet, o equipamento aguenta apenas 10 horas por carregamento.

Em termos de especificações técnicas, este computador conta com um processador de sétima geração Intel Core i5, 8GB de RAM, 256GB SSD de armazenamento interno e suporte para conectividade 4G LTE. O ecrã é sensível ao toque e é responsivo mesmo no caso de o utilizador ter luvas calçadas.

Tal como os restantes computadores da linha Toughbook da Panasonic, o CF-20 Mark 2 está qualificado com um certificado de grau militar, o que significa que o aparelho é resistente a "quedas, choques, vibrações, água, areia, pressão atmosférica, congelamento/descongelamento, temperaturas altas/baixas, choques térmicos, radiação solar, sal, humidade e atmosferas explosivas".

Note que o computador não vai ser diretamente vendido aos consumidores. O portátil é uma máquina especificamente desenvolvida para ser utilizada por serviços como a polícia, os bombeiros, a construção civil e as forças armadas.

O preço base deste Toughbook CF-20 Mark 2 é de 3.099 dólares.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.