O Epicenter Stockholm é um novo centro de inovação e empreendedorismo que abriu na capital da Suécia. A inauguração do espaço aconteceu esta semana, mas um dos grandes destaques está a ser o facto de os trabalhadores terem chips implantados nas mãos para substituir os cartões de identificação.

Os chips RFID - uma tecnologia de identificação por rádio frequência - vão permitir desbloquear os sistemas de segurança das portas do edifício e também garantem a autenticação junto de algumas ferramentas de trabalho - como as fotocopiadoras.

Mas para o futuro os objetivos são mais ambiciosos com os elementos da Epicenter Stockholm a quererem que o sistema seja ainda usado para fazer transações na cantina e para eliminar códigos PIN e palavras-passe dentro da empresa.

De acordo com a imprensa britânica, também há o objetivo de colocar o chip a comunicar com aplicações para dispositivos móveis.

Atualmente são cerca de 700 os elementos do centro de inovação que já aderiram ao chip na mão, mas para um dos executivos da empresa a ambição é bem maior: o objetivo é mostrar que a tecnologia funciona, é prática e que grandes entidades, como o Governo ou a Google, adiram a um sistema semelhante.

Os chips estão a ser implantados por tatuadores profissionais e o sistema está a cargo de um grupo especializado em bio-hacking – fazer alterações “biológicas” usado para isso a tecnologia.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.