Uma semana depois do anúncio oficial de cancelamento da distribuição do Windows 98 pela Microsoft até final de 2003, um estudo mostra que um número significativo de empresas continua a utilizar o Windows 98. O relatório foi realizado pela AssetMetrix, inquirindo 670 empresas norte-americanas.




De entre as companhias analisadas, verificou-se que cerca de 80 por cento continuam a usar Windows 95 ou Windows 98. Uma média de 39 por cento dos computadores desktop das mais de 600 empresas inquiridas ainda correm os antigos sistemas operativos.




O estudo abrangeu um total de 372.129 PCs pertencentes a companhias com mais de 10 e menos de 49 mil empregados, não sendo possível determinar se a prevalência dos sistemas operativos antigos está relacionada com a dimensão da empresa, justifica a C|Net.



No total, foi possível apurar que 14,7 por cento das máquinas suportam Windows 95 e 12,5 por cento Windows 98. O Windows 2000 é o sistema operativo mais comum, presente em mais de um quarto das máquinas analisadas, enquanto o Windows NT4 corre em 13,3 por cento dos PCs. O Windows XP foi encontrado apenas em 6,6 por cento das máquinas.



Também no mercado de consumo dados recentes comprovam altos índices de utilização do Windows 98, refere a mesma notícia, citando dados disponibilizados pelo Google. Tendo em conta esses valores, 29 por cento das pesquisas efectuadas durante o mês de Setembro tiveram origem em computadores com sistema operativo Windows 98, contra 38 por cento provenientes de máquinas com Windows XP e 20 por cento com Windows 2000.



O anúncio de abandono da distribuição do Windows 98 foi feito pela Microsoft há poucas semanas (ver notícias relacionadas). A empresa disse na altura que a decisão é extensível a outros títulos de software já antigos. O suporte ao Windows 98 passará a reduzir-se ao formato online, já a partir do meio do mês de Janeiro, tal como já tinha sucedido com o Windows 95. A partir do final de Junho também o NT4 Workstation passa a ter suporte exclusivamente online.



A Microsoft aconselha os utilizadores de sistemas operativos antigos a guardarem uma cópia dos seus CDs de instalação que deixarão de estar disponíveis através da companhia. Pela mesma razão, aconselha uma protecção reforçada contra falhas de segurança. A empresa garante que não está a forçar os upgrades de sistema e que os clientes serão livres para se manterem na actual versão.



Notícias Relacionadas:

2003-12-10 - Microsoft retira do mercado produtos com Java Virtual Machine
2001-10-25 - Windows XP - um sistema operativo em ponto grande

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.