O Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) volta a receber a Escola de Verão em Redes Neuronais. A iniciativa cativa investigadores de vários pontos do mundo, que aqui encontram espaço para dar continuidade a projectos onde o foco são sistemas que imitam a inteligência humana.



Esta escola de verão acontece desde 2002 e é organizada pela instituição em parceria com o INEB-FEUP tendo-se tornado o único evento regular nesta área a nível internacional e uma referência entre a comunidade académica.



"As áreas de actuação das redes neuronais passam pela visão por computador, detecção de padrões, robótica, filtragem de sinais, realidade virtual, segmentação de imagem, compressão de dados, data mining, text mining, controlo adaptativo, optimização, séries temporais ou reconhecimento de padrões", explica um comunicado. A sua aplicação pode ser feita a áreas diversas como a engenharia, economia, medicina ou biologia.



O curso decorre a partir de hoje e prolonga-se até dia 11, sexta-feira. Tem acesso livre, mas destina-se sobretudo a alunos de pós-graduação ou investigadores com trabalho nesta área.



A área de redes neuronais é uma das áreas de investigação do ISEP e ganhou destaque recentemente com a criação de um grupo de investigação, o LEMA - Laboratório de Engenharia Matemática.



Notícias Relacionadas:

2008-03-10 - FEUP incentiva jovens a enveredarem por uma carreira na área da engenharia

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.