Tal como em Portugal também em Espanha está a acontecer a transição para o documento de identificação electrónico. Outro ponto em comum é o facto de ambos usarem um chip para guardar informação que pode identificar o cidadão perante vários serviços digitais, públicos e privados. Outra semelhança é o facto desta possibilidade ser ainda pouco utilizada nos dois países.

Para mudar esta situação Espanha vai arrancar com uma campanha que prevê a distribuição de meio milhão de kits a particulares e empresas. Este pacote inclui informação explicativa sobre as vantagens de utilização do DNI, como é designado o cartão em Espanha, mas também um leitor de cartões e o software que permite passar a usar as funcionalidades do cartão a partir de qualquer computador.

A campanha conta ainda com a colaboração de mais de 200 entidades entre empresas e organismos públicos, a maior parte com serviços online a partir dos quais o cidadão pode usar o DNI.

Os espanhóis podem por exemplo usar a identificação digital para entregar impostos, pedir o subsídio de desemprego, pagar taxas, pedir ou enviar formulários ou aceder a serviços de banca online, detalha o El Mundo.

O Cartão de Cidadão português oferece a mesma possibilidade ainda pouco utilizada. O cidadão pode activar os certificados digitais que permitem a assinatura electrónica, em combinação com o documento, através do código que lhe é atribuído com o cartão e logo na altura do levantamento pode adquirir um leitor de cartões, necessário para aceder ao serviços que aceitam aquele tipo de identificação. Também pode adquirir este equipamento em lojas de electrónica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.