Com vista a impulsionar o desenvolvimento de arquitecturas de servidores blade, a Hewlett-Packard lançou recentemente uma nova especificação aberta desenvolvida para este tipo de computadores. Designada OpenBlade, foi concebida para disponibilizar aos clientes empresariais soluções interoperacionais e compatíveis destes servidores da responsabilidade de diversos fornecedores.



Um blade server consiste numa fina placa modular de circuitos electrónicos contendo um, dois ou mais processadores e memória, sendo destinado a uma única aplicação, como disponibilizar páginas da Web, e que pode ser facilmente inserido numa rack - compartimento em que os componentes são montados - juntamente com outros servidores semelhantes, de forma a poupar espaço.



Em simultâneo, a HP anunciou que o seu programa Blade Server Alliance registou um aumento de 500 por cento no número de membros. De acordo com o comunicado divulgado pela companhia, este crescimento da adesão à sua iniciativa demonstra o vasto suporte ao mercado garantidos pela estratégia e produtos de servidores blade da HP.



O novo padrão industrial OpenBlade vem alargar e complementar as especificações CompactPCI (cPCI) existentes, permitindo um acréscimo de funcionalidade da computação empresarial, através de capacidades de gestão remota com a utilização de uma placa de gestão de Local Area Networks (LANs) - redes locais -, bem como de ligações fibre channel - tecnologia para a transmissão de dados entre dispositivos informáticos a uma taxa de transferência de dados até 1 Gbps - a soluções de armazenamento Storage Area Networks (SANs) e Network Attached Storage (NAS).



Uma SAN consiste numa rede de alta velocidade concebida para um fim específico que interliga diferentes tipos de dispositivos de armazenamento de dados com servidores associados, ao passo que uma NAS pode ser definida como um sistema de armazenamento de dados em discos rígidos que é montado com o seu próprio endereço de rede em vez de ser ligado ao computador do departamento que está a disponibilizar as aplicações aos utilizadores das estações de trabalho de uma rede



Criado para disponibilizar soluções blade completas e fiáveis, o programa HP Blade Server Alliance conta actualmente com mais de 100 membros, incluindo-se dentro desse grupo companhias como a Intel, Oracle e Microsoft. Este programa, bem como os primeiros produtos server blade da HP foram inicialmente anunciados há dois meses atrás. Os parceiros que participam esta iniciativa tiram partido de vantagens técnicas e de negócio, como o acesso a equipamento HP Blade Server, kits de desenvolvimento de hardware e software, um processo de certificação e serviços de marketing.



A gama de produtos blade server da HP é constituída por servidores, dispositivos de armazenamento, server appliances, switches de rede e gestão de blades funcionando numa unidade compacta. "As grandes organizações, as empresas de telecomunicações e os fornecedores de serviços podem dinamizar a gestão e reduzir os custos utilizando estes produtos", refere o comunicado. As empresas que estejam interessadas em tornarem-se membros do programa HP Blade Server Alliance ou obter as especificações OpenBlade podem registar-se no portal HP Developer and Solution Partner.



Notícias Relacionadas:

2002-01-30 - Compaq introduz ProLiant BL e-Class, um servidor que ocupa pouco espaço

2000-09-27 - Sun lança novos processadores e servidores

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.