Depois de uma primeira extensão da data limite para a introdução de dados biométricos nos passaportes dos países que não necessitam de vistos para os Estados Unidos, marcada para 26 de Outubro deste ano, o Governo norte-americano voltou a alargar o prazo para 27 países europeus, reportou a agência Reuters.

A norma, está a ser polémica junto de várias entidades internas desde muito cedo, uma vez que há ausência de condições técnicas e tecnológicas para que os países cumpram o requisito e assim entrem em território americano sem necessidade de um visto.

A introdução de dados biométricos, tal como fotografias e impressões digitais nos passaportes, são encarados como uma medida de combate à ameaça terrorista, imigração ilegal e falsificação de documentos.

Na semana passada, o Financial Times anunciou que o governo americano ia adoptar medidas mais benevolentes relativamente introdução do passaporte electrónico. Washington alargou a data limite para todos os cidadãos de países aliados renovarem os passaportes, porém esta actualização dos documentos tem sido bastante complicada.

Notícias Relacionadas:

2004-06-20 - Estados Unidos adiam dados biométricos nas fronteiras para finais de 2005

2003-05-21 - EUA vão adoptar identificação biométrica nas suas fronteiras

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.