As vulnerabilidades podem ser exploradas para assumir o controlo de computadores e aceder e roubar dados dos utilizadores. Uma delas já estaria, inclusive, a ser alvo de ataques de hackers, segundo o reportado pela Kaspersky Labs.

As falhas abrangem as versões do Flash para diferentes plataformas, nomeadamente os sistemas Windows, Mac e Linux.

A Adobe aconselha os utilizadores do Flash Player a atualizarem suas instalações para a versão 21.0.0.182 no Windows ou Mac e para a versão 11.2.202.577 no Linux. Os plugins do Flash integrados no Chrome, IE e Microsoft Edge são atualizados automaticamente.

O software da Adobe tem estado na mira dos holofotes devido às muitas vulnerabilidades de segurança que vão sendo descobertas. Só em 2015 terão sido pelo menos 316, muitas delas graves.

A situação levou a que muitos dos gigantes da Internet tenham decidido abandonar a tecnologia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.