Era uma questão de tempo até a organização da Gamescom, considerada, a par da E3, a maior feira de videojogos do mundo, cancelar o evento. Apesar da abertura gradual e cautelosa das medidas de restrição relacionadas com a pandemia de COVID-19, o governo alemão mantém as regras para os grandes eventos públicos até ao dia 31 de agosto. Nesse sentido, a Gamescom, prevista realizar-se em 25-29 de agosto, como habitual, acaba de ser cancelada.

Ainda assim, nem tudo está perdido, já que a organização pretende minimizar o impacto do cancelamento, anunciando que vai realizar um evento totalmente digital. “Trata-se do maior evento de jogos do mundo e é isso que deve ser novamente este ano. Esperem por novidades de como iremos celebrar os melhores jogos e a Gamescom juntos, com todos os milhões de jogadores espalhados pelo mundo no final de agosto, no evento digital”, escreveu a organização na sua conta do Twitter, prometendo partilhar mais novidades nas próximas semanas.

A Gamescom, que reúne anualmente mais de 350 mil visitantes em Colónia, vai repetir um evento digital, que no ano passado foi complementar, realizado na véspera da abertura de portas, conduzido pelo reputado jornalista Geoff Keighley, o líder do Game Awards. O mesmo já publicou a confirmação na sua conta, apontando a realização do Gamescom: Opening Night Live na segunda-feira, dia 24 de agosto.

Destino diferente teve a E3, que depois de cancelar o evento público, também manifestou planos para a realização de uma variante digital. No entanto, acabou mesmo por cancelar todos os planos para este ano, rematando para o próximo o evento de Los Angeles.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.