A Gartner baixou a estimativa de vendas mundiais de PCs para o último trimestre deste ano, alegando um reflexo face aos valores igualmente abaixo do previsto do trimestre anterior e a concorrência aumentada dos dispositivos electrónicos.



A consultora prevê agora que as vendas de computadores atinjam os 51,9 milhões de unidades durante o último trimestre deste ano, um valor 10 por cento acima do registado em igual período do ano passado, mas 13 por cento abaixo da estimativa avançada anteriormente.



Na opinião da Gartner, os computadores não lideram as listas de compras para este Natal porque lhes continuam a faltar algumas características essenciais. "À medida que avançamos no quarto trimestre, continuamos preocupados com a falta de funcionalidades 'must-have' no PC, assim como com a concorrência de outros dispositivos de electrónica", explicou um responsável da consultora em declarações à C|Net.



A valores do trimestre anterior também contribuíram para o corte nas previsões. Segundo a Gartner a venda de desktops nos EUA foi mais fraca do que o esperado nesse período de tempo, assim como a comercialização de PCs empresariais na Europa.



As vendas de portáteis continuaram a crescer a um maior ritmo do que o registado nos desktops, somando metade do crescimento verificado no último trimestre, mas apenas 28 por cento no número total de unidades.



Notícias Relacionadas:

2004-08-17 - Gartner reduz previsões para venda de computadores em 2004

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.