São aproximadamente 100 milhões os PCs que ao longo deste ano serão substituídos pelos seus utilizadores, segundo as previsões da Gartner, que para 2005 estima a troca de mais 120 milhões de máquinas obsoletas. A consultora prevê igualmente que o fenómeno da substituição conduza a um crescimento das vendas globais de 13,6 por cento face a 2003, para as 186,4 milhões de unidades.



O volume de PCs comercializados a nível mundial durante o segundo trimestre deverá registar um aumento de 14,3 por cento, comparativamente a período idêntico do ano passado. "Os nossos primeiros resultados trimestrais sugerem que o ciclo de substituição que as fabricantes têm vindo a antecipar de há mais de um ano para cá está a caminho", sugere George Shiffler, analista da Gartner, em comunicado, citado pela imprensa internacional.



A consultora salienta que mais de 30 por cento da base instalada de PCs têm agora cerca de três anos. "Muitas destas máquinas correm versões antigas dos sistemas operativos Windows, para as quais um suporte técnico completo poderá já não estar disponível". Tal facto, indica, será um facto importante para a compra de novos PCs. O forte crescimento económico previsto para os Estados Unidos, Ásia Pacífico e Japão também deverá ajudar a aumentar as vendas.



O volume de substituições durante os próximos dois anos irá ultrapassar o número de unidades trocadas durante a preparação para a passagem de milénio, entre 1998 e 1999, refere a Gartner.



Notícias Relacionadas:

2004-04-19 - Dell volta ao primeiro lugar do top do mercado mundial de PCs

2004-03-11 - Recuperação do mercado de PCs fortalecida por novo aumento de expectativas da IDC

2002-12-06 - Alteração nos ciclos de substituição levam a menor crescimento do mercado de PCs em 2003

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.