A Gogo, fornecedora de Wi-Fi para aviação, está a construir uma rede 5G para ser utilizada em voos nos Estados Unidos e Canadá. A partir de 2021, os passageiros de diversas companhias aéreas nestes territórios terão acesso a internet com maior velocidade e conectividade de baixa latência mais baixa durante a viagem.

Para isso, a Gogo anunciou que vai realizar um upgrade à sua atual rede Air-to-Ground (ATG), composta por mais de 250 torres na América do Norte, além de utilizar um espectro não licenciado de banda 2.4GHz. Para melhorar a qualidade do sinal, a Gogo vai recorrer a um modem criado pela empresa e a tecnologia à base de feixes. Em comparação com a tecnologia por satélite, as redes ATG oferecem uma série de vantagens, incluindo menores custos operacionais e menor latência.

A Gogo vai continuar a operar as suas redes 3G e 4G na América do Norte, como serviços de reserva para o 5G, e acrescenta que a rede de quinta geração poderá continuar a ser atualizada com futuras tecnologias quando estas estiverem disponíveis.

"Esperamos lançar o 5G da Gogo ao mesmo tempo em que as empresas de telecomunicações terrestres estiverem a implementar essa mesma geração de tecnologia em terra”, afirma Oakleigh Thorne, CEO da empresa, considerando por isso que a Gogo será pioneira “na indústria de conectividade para aviação”.

Para Oakleigh Thorne, “o 5G é o próximo passo na evolução tecnológica da Gogo e esperamos que traga uma experiência ao utilizador sem paralelo, juntando alto desempenho com baixa latência e redundância em toda a rede”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.