A Google apresentou esta tarde a esperada versão 4.1 do sistema operativo móvel Android, Jelly Bean, e o seu tablet, concorrente do iPad e do Surface da Microsoft. O Nexus 7, fabricado pela Asus, pode ser encomendado a partir de hoje e começa a ser vendido em meados de julho através da Google Play (Portugal não está no grupo inicial de países), com preços a partir de 199 dólares.



O Nexus 7 tem 7 polegadas de ecrã em 1280x800 pixéis e pesa 340 gramas. Corre a nova versão do sistema operativo e assegura uma autonomia de 9 horas na visualização de vídeos de alta definição, garante a Google. O equipamento conta com um processador Tegra de quatro núcleos, conetividade Wi-Fi, bluetooth e NFC.



[caption]nexus 7[/caption]

E o Nexus 7 tem um novo "amigo", uma central de media que a Google apresentou como uma jukebox para streaming a partir da nuvem. Vai chamar-se Nexus Q e funciona em conjugação com um tablet ou smartphone Android e uma ligação Wi-Fi.

Sobre a nova versão do Android, que será lançada em meados de julho, a Google explicou que a atualização traz mais velocidade ao sistema e uma experiência mais consistente nas animações e nas diversas funcionalidades.



Entre as novidades, a pesquisa é uma das mais relevantes e uma das áreas onde a Google mais apostou para marcar a diferença face à concorrência… se bem que também há semelhanças.



[caption]jelly bean[/caption]
O Jelly Bean introduz uma espécie de Siri, que permite fazer questões e receber as respostas pela voz de uma assistente, acompanhadas de um gráfico que reúne imagens e informação essencial, com ligação a mais dados. Ao mesmo género a nova versão do sistema operativo também permite ditar informação, por exemplo, para compor uma mensagem, uma funcionalidade que está disponível offline.



Mas a novidade mais interessante a este nível é mesmo o Google Now. Esta funcionalidade tira partido dos dados de cada utilizador – calendário, histórico e outros dados – para fornecer informação útil a vários níveis. Na apresentação que abriu esta tarde (manhã nos Estados Unidos) a conferência anual de programadores da empresa foram dados alguns exemplos.



Com base na informação sobre o percurso habitual do utilizar, o Google Now pode fornecer sugestões para um trajeto, com indicações relativamente ao tempo previsto para o percurso. Outro exemplo: se o utilizador estiver perto de uma paragem de autocarro o serviço pode dar informações sobre o horário do próximo autocarro. Mais um exemplo: o Now também pode ajudar a operacionalizar um evento de agenda, fornecendo informação sobre como pode o utilizador chegar mais rapidamente ao local, tendo em conta o tipo de transporte que este costuma usar.



No que se refere aos conteúdos incluídos no Nexus 7 vale ainda a pena sublinhar que a Google melhorou o Maps. Quando o utilizador pede indicações pode ter também acesso a imagens do local para onde quer ir, a possibilidade já existia mas as imagens apresentadas passam a tirar partido do giroscópio.



Veja o Vídeo com uma explicação sobre as funcionalidades do tablet que a Google produziu para concorrer no competitivo mercado dominado pela Apple.





A loja de aplicações do Android (Google Play) também tem várias novidades para programadores mas também para o utilizador final, que passa a poder comprar filmes e séries na plataforma (até agora só estava disponível a opção de aluguer). Os novos conteúdos ficam disponíveis por via de parcerias com os principais estúdios.



A Google sublinhou o crescimento da loja no último ano, que acumula hoje 400 milhões de downloads a uma média de 400 mil por dia.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Cristina A. Ferreira

Nota da Redação: A notícia foi atualizada com mais informação, imagens e vídeo. Foi ainda clarificada informação sobre o Nexus Q.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.