Os dados da IDC, revelados no início do mês, já davam como certa a liderança mundial da HP no mercado de PCs. Na altura os números não focavam a taxa de penetração da marca em Portugal, dado que foi agora publicado pela consultora.



De acordo com os números da empresa, citados pela HP, a fabricante consolidou a sua presença no mercado nacional ao obter uma quota de 28 por cento, um valor que resulta do aumento das vendas da fabricante em número de unidades (42 por cento) face ao ano anterior. No mesmo período, o mercado nacional cresceu 33 por cento, ultrapassando os 1,011 milhões de computadores vendidos.



No final do ano passado, a HP alcançou uma quota de mercado de 34 por cento no segmento de desktops, nove pontos percentuais acima da fatia alcançada nos notebooks.



Em relação a vendas trimestrais, a HP aumentou 71 por cento face ao período homólogo. O destaque foi para os portáteis, com vendas 90 por cento superiores às do ano passado. A venda de computadores de secretária também observou um crescimento anual, embora de 42 por cento.



De acordo com os dados da IDC, no ano passado as vendas de computadores portáteis perfizeram o dobro das unidades de PCs comercializados.



Notícias Relacionadas:

2008-01-17 - Mercado mundial de PCs cresce 13,4% em 2007

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.