A HP deverá anunciar ainda hoje que se disponibilizará a indemnizar os seus clientes utilizadores de Linux no caso de serem processados pela SCO - que reclama os direitos de autor do código fonte do Unix -, noticiou o Wall Street Journal, entre outras fontes noticiosas norte-americanas. A SCO reagiu já a esta notícia, afirmando através de um comunicado que desta forma a HP confirma que os seus clientes estão vulneráveis a procedimentos legais.

A tomada de posição da HP é justificada por esta ser uma das maiores vendedoras de servidores com sistema Linux, que a SCO afirma utilizar código fonte alegadamente copiado do Unix, do qual detém os direitos de autor.

Os responsáveis da HP tentam assim precaver os seus clientes de eventuais medidas mais drásticas por parte da SCO, como o processo já aberto contra a IBM pela alegada utilização abusiva do código do Unix. Recorde-se que daí para cá, a SCO não tem parado de intimidar a indústria, enviando inclusivamente 1500 cartas às maiores companhias da área das tecnologias ameaçando-as com processos em tribunal caso as mesmas não recorressem ao seu sistema de licenciamento.

Em declarações à mesma C|net, um representante da HP justificou esta medida confessando que "realmente pensámos muito neste assunto e decidimos que iríamos para a frente e assumiríamos todos os riscos". Ainda segundo o mesmo "isto é o que queremos fazer para proteger os nossos clientes". Quanto à apresentação de eventuais processos judiciais contra o SCO, à semelhança do que fez a IBM, o mesmo responsável adiantou que essa hipótese não está a ser ponderada pela HP.

Em comunicado, a SCO já reagiu a estas notícias. A empresa salienta que as acções da HP reafirmam o facto dos utilizadores empresariais e individuais que utilizam Linux estarem expostos a riscos legais. "Mais do que negar a existência de substanciais problemas estruturais com o Linux como muitos lideres de Open Source fizeram, a HP reconhece que os factos existem e está a tentar responder à preocupação dos seus clientes. [...] Noutras palavras, o Linux não é grátis", explica o mesmo comunicado.



A SCO encoraja a Red Hat, IBM e outros grandes vendedores de sistemas Linux a defenderem igualmente os seus clientes, considerando que estes devem exigir às empresas uma protecção semelhante à que a HP está a prometer.

Notícias Relacionadas:

2003-09-03 - SCO intima utilizadores de sistema operativo Linux

2003-03-19 - HP alarga aliança com Red Hat a novo software empresarial

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.