A Conferência Mundial de Inteligência Artificial reúne até este sábado alguns dos maiores nomes da tecnologia na China e o primeiro dia do evento já ficou marcado por um raro debate entre o chairman do Grupo da chinesa Alibaba, considerado o homem mais rico da China e o fundador da Tesla. Inteligência artificial (IA), população, educação e Marte foram os temas discutidos por Jack Ma e Elon Musk, que concordam em alguns assuntos, outros, nem tanto.

No que diz respeito à IA não há consenso entre os dois. "A sociedade subestima a capacidade da inteligência artificial", pensando que é uma espécie de um ser humano inteligente, afirmou o CEO da Tesla. No entanto, na sua opinião a IA será "muito mais inteligente do que qualquer ser humano que alguma vez iremos conhecer".

Mas Jack Ma não concorda com este pensamento, defendendo que os "seres humanos nunca poderão criar algo mais inteligente do que os próprios seres humanos", enquanto Elon Musk considera que o maior erro das pessoas é “assumirem que são inteligentes”.

Marte foi outro assunto discutido por Elon Musk e Jack Ma. Enquanto o também CEO da SpaceX mostra-se bastante interessado nessa opção, alegando que seria um bom investimento, o homem mais rico da China considera que, apesar de ser bom enviar pessoas para Marte, é necessário cuidar de 7,4 mil milhões de pessoas na Terra.

Mas não só de discórdias se fez o debate. Quando se fala do maior problema que a população irá enfrentar ambos concordam que é o colapso populacional e não o excesso de população, defendo ainda ambos uma reforma do ensino.

O chairman da empresa chinesa chega mesmo a falar de “trabalhos que exijam apenas três dias por semana, quatro horas por dia”, garantindo que haverá trabalhos para todos no futuro. Mas, neste caso, Elon Musk considera que a AI vai tornar os empregos praticamente inúteis.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.