A IBM anunciou na sexta-feira passada, dia 12 de Abril, a introdução de novas funcionalidades de segurança no seu Web Services toolkit (WSTK), de forma a apoiar os programadores de aplicações de e-business no desenvolvimento de novos serviços Web.



A edição 3.1 deste pacote está disponível gratuitamente para download numa versão que funciona apenas durante um período de avaliação no site alphaWorks da companhia norte-americana de informática. Este software tira partido de tecnologias de serviços Web desenvolvidas em vários laboratórios de investigação e desenvolvimento da IBM e disponibiliza uma implementação baseada em interfaces não-proprietários que suportam uma vasta gama de plataformas.



As novas funcionalidades de segurança do WSTK 3.1 incluem componentes da especificação WS-Security, desenvolvida em conjunto pela IBM, Microsoft e VeriSign e anunciada na semana passada (ver Notícias Relacionadas), como a Assinatura Digital e o SOAP (Simple Object Access Protocol) Security Token. O objectivo da WS-Security é apoiar as companhias a criarem aplicações de serviços Web seguros e compatíveis entre si.



O SOAP consiste num protocolo industrial baseado na linguagem XML (eXtensive Markup Language) para aceder a serviços Web de uma forma independente da plataforma e da linguagem e que estes foram desenvolvidos. O SOAP Security Token indica as propriedades do emissor da mensagem - nome, identidade, credenciais e capacidades - e é transmitido com mensagens SOAP, que ajudam a idenfificar o emissor da mensagem ao fornecedor de serviços Web.



Esta tecnologia é útil para os fornecedores de serviços Web quando estes necessitam de auxiliar utilizadores com diferentes mecanismos de autenticação, para além de lhes permitir incorporarem funcionalidades adicionais de segurança às suas aplicações de serviços Web ao longo do tempo.



Outras ferramentas que estão a partir de agora disponíveis no WSTK 3.1 são o Business Explorer for Web Services - um motor de exploração com base na especificação UDDI (Universal Description, Discovery, and Integration) e criado em XML que disponibiliza interfaces padronizados para realizar pesquisas complexas em vários directórios do tipo UDDI empregando um único pedido de busca -, Web Services Description Language Explorer - uma ferramenta baseada num browser de navegação na Web que gera um interface automático de utilizador de modo a apoiar os programadores a examinarem e compreenderem um documento WSDL.



No leque de novas funcionalidades desta versão do toolkit de serviços da Web da IBM encontram-se ainda a tecnologia Web Services Management que permite administrar serviços Web através de um interface de gestão de sistemas baseado no standard Java Management Extensions, uma ferramenta de administração de APIs (Application Programming Interface) na linguagem Java.


Notícias Relacionadas:

2002-04-11 - IBM, Microsoft e VeriSign propõem nova norma de segurança para serviços Web

2002-02-06 - Empresas criam consórcio para desenvolvimento de tecnologia para serviços Web

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.