Apesar da descida de preços e da virtualização do software, o mercado mundial de servidores aumentou durante ao longo dos meses compreendidos entre Julho e Setembro deste ano, perfazendo a taxa de crescimento mais rápida dos últimos quatro trimestres, afirma a IDC.




Os dados da consultora mostram que a taxa de crescimento atingiu os 3,5 por cento, e fixou as receitas mundiais do sector nos 12,9 mil milhões de dólares.




Os servidores blade, conhecidos pelas suas características económicas, aumentaram 30 por cento durante o terceiro trimestre deste ano. Por sua vez, os servidores Linux continuam a registar um crescimento moderado e sem grandes oscilações tendo, no período em questão, obtido receitas na ordem dos 1,5 mil milhões de dólares. Os servidores com o sistema operativo open-source perfazem 11,8 por cento do total das receitas obtidas no sector durante o último trimestre.



A venda de equipamentos suportados em Windows contribuíu em 4,8 mil milhões de dólares no total de receitas geradas entre Julho e Setembro, registando um aumento de 4,6 por cento comparativamente ao período anterior.




Os dados recolhidos pela IDC são um pouco diferentes dos da Gartner que contabilizou receitas na ordem dos 13 mil milhões de dólares, no trimestre em causa, e um crescimento na ordem dos 4,4 por cento - menos 1,1 por cento do que no período homólogo do ano passado.




De acordo com os últimos números a IBM detém 33,7 por cento das receitas de vendas no mercado mundial de servidores, aumentando em 7,4 por cento os valores, maioritamente potenciado pela venda de servidores blade. A Hewlett-Packard fixou-se na segunda posição de receitas, com 25,3 por cento do mercado, seguida da Dell, com 10,8 por cento e da Sun Microsystems (10,1 por cento).




Notícias relacionadas

2006-10-19 - HP destrona Dell no mercado mundial de PCs durante o terceiro trimestre

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.