A IBM está a planear lançar um novo processador PowerPC Power4mais rápido para computadores desktop que irá utilizar tecnologia do seu chip para servidores, de acordo com a C|NET.



As duas linhas de processadores PowerPC e Power4 baseiam-se nos mesmos componentes de arquitectura, apesar do design ser diferente e de o Power4 conter funcionalidades adicionais que não estão disponíveis na família PowerPC.



O novo chip, que a gigante da informática deverá revelar na edição de Outono do Microprocessor Forum, foi concebido para fornecer velocidades de relógio mais elevadas e processamento de 64 bits para o mercado dos PCs desktop, bem como para servidores de gama de entrada.



Esta passagem dos 32 para os 64 bits deverá permitir que os computadores utilizem mais memória e representar um aumento no desempenho em aplicações pesadas como jogos e bases de dados.



O destino mais provável para o novo PowerPC será os equipamentos de redes e outros dispositivos de comunicações, dado que a maior parte dos actuais processadores dessa família são empregues nessa área. Contudo, a IBM está também a tentar atrair a Apple. A companhia tem vindo desde há muito a travar uma guerra contra a Motorola, que produz a maior parte dos chips PowerPC integrados nos Macs, pelo negócio da Apple.



Em comparação com o actual PowerPC 750 para desktops da IBM, o novo processador oferece um desempenho significativamente mais elevado, podendo desta forma servir para disponibilizar à Apple um salto no desempenho dos seus computadores no caso de ser utilizado futuramente em computadores desktop. Os modelos actuais de desktops da Apple funcionam a velocidades de até 1 GHz, com o seu computador topo de gama integrando um chip duplo de 1 GHz.



Entre as características do novo PowerPC, o processador irá utilizar um design superscalar de oito vias, o que significa que será capaz de efectuar até oito instruções por cada ciclo de relógio. Irá também suportar multiprocessamento simétrico, de forma a que mais de um processador possa ser utilizado no interior do mesmo computador, embora seja provável que empregue técnicas de multiprocessamento - ao contrário do Power4, que inclui dois processadores num só chip.



Para além disso, terá ainda uma unidade de processamento vectorial com mais de 160 instruções especializadas de vector, semelhante à tecnologia AltiVec da Motorola, que permite que o chip divida grandes quantidades de dados processando-os de uma forma paralela. Esta unidade será utilizada quando o chip lidar com gráficos ou sinais de processamento. Apesar de ser pouco claro a que velocidade de relógio o novo PowerPC irá funcionar, a IBM afirmou no ano passado que tencionava atingir os 2 GHz até ao final de 2002.


Notícias Relacionadas:

2002-04-30 - IBM lança novo servidor mainframe de topo de gama

2002-01-28 - Apple atinge 1 GHz no novo Power Mac G4 de processador duplo

2001-10-12 - Novos processadores da IBM vão consumir menos energia

2001-07-31 - Cisco integra processadores PowerPC G4 da Motorola nos seus routers

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.