A IBM revelou hoje, segunda-feira, uma nova versão do DB2, o seu software de bases de dados. Este produto irá, segundo a gigante da informática, facilitar a gestão de grandes quantidades de informação por parte de grandes companhias, informou a Reuters.



A nova versão do software DB2 incorpora o que a IBM designa de tecnologia "auto-reparadora", a qual já integrou noutros produtos como grandes computadores empresariais. Esta aplicação permite que os clientes reduzem os custos ao alertar os seus administradores de bases de dados de potenciais problemas existentes no sistema de bases de dados e sugerindo soluções para resolvê-los.



Para além disso, também contribui com aumentos do desempenho. A última vez que o DB2 foi actualizado ocorreu no Verão passado. Actualmente, está a ser testada por clientes uma versão beta do software, prevendo-se que a aplicação esteja disponível no último trimestre do ano, de acordo com a IBM.



Esta nova versão do DB2 consiste em mais um esforço desencadeado pela IBM para conquistar quota de mercado à rival Oracle. A fabricante de informática tem vindo nos últimos anos a tentar aumentar a popularidade das suas ofertas de software, tendo em conta o facto de que os programas de computadores são comercializados frequentemente com margens mais elevadas de lucro do que os seus produtos de hardware, que estão cada vez mais a aproximarem-se do estatuto de utilitário.



A estratégia de oferecer software juntamente com os seus computadores permite à IBM vender aos clientes sistemas completos. A Oracle e a IBM têm vindo a lutar pelo domínio do mercado das bases de dados desde há muitos anos, desde que esta última decidiu em meados dos anos 90 que pretendia conquistar a quota de mercado da primeira.



Os ganhos obtidos neste segmento ajudaram a fazer com que as receitas da IBM obtidas com a venda de software tenham aumentado 11 por cento no segundo trimestre, apesar de as receitas globais da empresa terem descido cerca de seis por cento.



De acordo com a empresa de estudos de mercado International Data Corp. (IDC), a Oracle detém a maior fatia do mercado de bases de dados. Mas, outra companhia de análise da indústria tecnológica, a Dataquest, do grupo Gartner, afirmou no início deste ano que a IBM tinha conseguido a primeira posição em termos nas vendas totais de novas bases de dados durante 2001.


Notícias Relacionadas:

2002-07-04 - IBM e IFS desenvolvem aplicações empresariais móveis para dispositivos sem fios

2001-07-03 - IBM adquire divisão de bases de dados da Informix

2000-10-10 - Oracle paga para ver

2000-08-03 - DB2 certificada para Windows 2000

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.