A Intel anunciou o fim da fase de desenvolvimento do processo de fabrico de chips a 32 nanómetros. Com a conclusão desta fase, a fabricante fica pronta para entrar efectivamente na produção de processadores e cumprir o roadmap, que aponta o lançamento dos primeiros modelos para o final do próximo ano.

O Westmere (nome de código) será o primeiro processador Intel a tirar partido dos 32 nanómetros. Embora baseado na plataforma Nehalem, este processador já tirará partido da capacidade de "encolher" o sistema de circuitos oferecida pelos 32 nm, face aos actuais 45 nm usados no fabrico das linhas que estão no mercado.

Além do tamanho, a tecnologia de 32 nanómetros traz outras vantagens, nomeadamente ao nível do consumo energético, maiores velocidades de relógio e possibilidade de enquadrar mais cache.

Recorde-se que um nanómetro é equivalente à bilionésima parte de um metro e que a Intel já tem planos bem definidos para continuar a regredir na escala, atingindo parâmetros desta unidade cada vez mais reduzidos. Em 2012 a empresa planeia estar a iniciar a produção de chips a 22 nm.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.